Poesia · Um Ponto de Convergência

E se foi…

Eu a vi passar e fechar a porta
Cabelos enroladinhos, óculos grande, pele branquinha
Pequena…

Me lembrou uma pessoa que eu gosto muito
Louie Ponto
Pronto! A luzinha vermelha acendeu no meu cérebro

ATENÇÃO!

E foi isso que lhe dei: atenção.
Meus olhos automaticamente se viravam para ela
A cada, dez, cinco minutos???
Não sei, só sei que ela tem estilo
– amei seu jeito de se vestir, de sentar –
E tem uma bela voz
– eu soube quando ela saiu e pediu para olhar suas coisas –
“moça, olha pra mim um minutinho?”
E nessa hora, pude olhar nos olhos,

– E QUE OLHOS! –

‘Vira e mexe’ eu me voltava para ela
As vezes com o quanto do olho
As vezes disfarçadamente fingindo olhar a paisagem
As vezes descaradamente virando todo o rosto.

Sem aviso prévio,
ela me surpreendeu com um simpático tchau

E se foi.

(em um dia qualquer, no Campus São Paulo)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s