Poesia · Um Ponto de Convergência

Cartomante (Meu-mês-de-poesia)

Hoje fui assistir pela segunda vez a Cia do Tijolo, com o “Concerto de Inpinho e Fulô” e há neste belíssimo espetáculo muitas boas músicas, porém hoje quero trazer aqui uma das que mais me fez rir. Deliciem-se. Vejam ou ouçam o vídeo. Eles são muito bons!

 

Cartomante (Pé de Mulambo)

Fui na cartomante
Ela me falou
Que só depois dos cinquenta
Vou achar meu grande amor

Parece bobagem, parece tolice
Mas não me sai da cabeça
O que a cigana me disse

Pensando bem
Acho que não é tão ruim
Pois até lá
Eu quero dar tudo de mim

Eu quero dar,
Quero dar sim
Até os meus cinquenta
Quero dar tudo de mim

Eu quero dar,
Eu quero dar sim
Até os meus cinquenta
Quero dar tudo de mim

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s