Poesia · Um Ponto de Convergência

Eu como Sax, nas mãos de Juliana

saxofone-player-ai-dos-desenhos-animados-5316311.jpgSAX

“Devia ter nascido um sax.

Tuas mãos,

em cada canção,

envolvendo meu corpo

e o teu sopro,

coisa de louco,

emitindo, em sustenidos,

o som dos meus gemidos.”

(Rosa Pena)
Agenda Livro da Tribo 2014/2015 – pág. 22

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s